Área de usuário
Efectue login ou registe-se
Conteúdo evangélico veja um dos nossos posts: Sentença do pastor Yousef Nadarkhany é adiada novamente. Autoridades do Irã pediram que a decisão sobre a execução do pastor Yousef Nadarkhany fosse adiada por mais quatro meses. Condenado e preso desde 2009 à morte por não renegar sua fé cristã, Nadarkhany está sendo julgado por protestar sobre uma instrução islâmica na escola onde seus filhos , Daniel e Yoel estudavam. Desde então as autoridades do Islã o acusaram de apostasia e o tomaram como prisioneiro. O tribunal do Irã afirmou recentemente que emitiria uma decisão em dezembro, mas depois de se aconselhar com o líder supremo da religão islâmica local, que tem voz sobre o sistema judiciário, o ayatolá Jamenei, resolveram atrasar a decisão. O Centro Americano para a Lei e Justiça(ACLJ) disse que o adiamento da sentença pode ter sido adiada pelas fortes pressões inte
acionais sobre o caso, o que pode fazer com que as pressões percam as forças e a opinião pública esqueça o que aconteceu. A esposa do pastor também foi detida com o objetivo de pressioná-lo para que ele se to
asse novamente um muçulmano. Durante esse tempo, os filhos do casal tiveram que ficar sob responsabilidade de parentes. Nadarkhany e a esposa chegaram a receber ameaças de que seus filhos seriam retirados deles e criados por uma família muçulmana. Mesmo com tantas ameaças, os dois continuaram firmes na sua fé. O tribunal do Irã determinou que Yousef era um muçulmano quando adotou o cristianismo e por isso a corte declarou que o pastor era uma apostasia nacional, apesar de todas as testemunhas declararem que ele não praticava o Islã. Fonte: Verdade Gospel

Partilhar este blog
Inserido por a 09 jan, 2012 na categoria Religião/Espiritualismo
ver todos os blogs deste autor
Mais blogs deste autor
Este autor ainda não inseriu mais blogs.