A grama da vizinha

Todos os dias pessoas mudam seu estilo de vida radicalmente seja por opção, amor, fatalidade, vontade e até mesmo por uma oportunidade profissional. Pensando nisso, duas amigas que mudaram suas vidas por motivos que você vai conhecer em breve, resolveram mostrar como é ser brasileira e adaptar sua rotina aos países que as acolheram: Maira Gardini vive hoje no México e Sâmela Silva, em Moçambique. A convite de Maira e Sâmela, novas brasileiras tem se unido ao blog e hoje contamos com jardineiras na Argentina, Estados Unidos da América, México e Moçambique. Cada uma terá a oportunidade de apresentar sua casa, seu dia-a-dia, seu contato com a gastronomia, cultura, política, religião local, enfim, vão revelar a vocês como é a grama dos seus jardins. Aguardem para descobrir qual “grama” vocês mais se identificam, preferem ou se animam em conhecer! E aí, será que a grama da vizinha é realmente mais verde? * Se você é brasileira, mora fora do Brasil e deseja contribuir para o blog, entre em contato conosco.

Publicado por samela

Todos os dias pessoas mudam seu estilo de vida radicalmente seja por opção, amor, fatalidade, vontade e até mesmo por uma oportunidade profissional. Pensando nisso, duas amigas que mudaram suas vidas por motivos que você vai conhecer em breve, resolveram mostrar como é ser brasileira e adaptar sua rotina aos países que as acolheram: Maira Gardini vive hoje no México e Sâmela Silva, em Moçambique. A convite de Maira e Sâmela, novas brasileiras tem se unido ao blog e hoje contamos com jardineiras em diversos lugares do mundo. Cada uma terá a oportunidade de apresentar sua casa, seu dia-a-dia, seu contato com a gastronomia, cultura, política, religião local, enfim, vão revelar a vocês como é a grama dos seus jardins. Aguardem para descobrir qual “grama” vocês mais se identificam, preferem ou se animam em conhecer! E aí, será que a grama da vizinha é realmente mais verde? * Se você é brasileira, mora fora do Brasil e deseja contribuir para o blog, entre em contato conosco através do e-mail: [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *